Conteinerização em condomínio: descubra!

A conteinerização em um condomínio requer planejamento. Para que a gestão de lixo tenha sucesso, além da instalação dos contentores, é necessária uma estratégia de comunicação eficiente com os moradores.

Um projeto de conteinerização condominial começa bem antes da aquisição dos equipamentos e da contratação dos serviços. Veja no post a seguir o que fazer para efetivar a implantação do ciclo de conteinerização em seu condomínio.

O que precisa ser feito para implantar a conteinerização no meu condomínio?

O primeiro passo na implantação efetiva da conteinerização é o comunicação. Certifique-se que as expectativas estejam niveladas em seu condomínio. Isto é, assegure-se de poder contar com o apoio dos funcionários, conselhos gestores e administradores antes mesmo solicitar orçamentos de contentores.

A razão para isso é que todas as etapas do ciclo dependem da participação das pessoas envolvidas. Em outras palavras, sem o engajamento da população, a conteinerização não será efetiva.

Por isso, o segundo passo é planejamento. É necessário conhecer bem o perfil de geração de resíduos em seu condomínio. Com o planejamento em mãos, é possível saber claramente quais equipamentos, o volume necessário e os locais onde os contentores serão instalados.

Que equipamentos são necessários para que a gestão do lixo funcione bem?

Os tipos e quantidades de equipamentos necessários para fazer a conteinerização em seu condomínio dependem de vários fatores. Porém, em todos os ciclos de conteinerização, pelo menos um contentor de grande capacidade volumétrica será necessário.

Caso se deseje realizar a coleta mecanizada, então os contentores precisarão ser adaptados para os caminhões coletores. A opção mais comum para a gestão do lixo nos condomínios é a conteinerização dupla.

Neste processo, dois grande coletores são instalados em alguma área comum do condomínio, uma para o resíduo úmido e outro para o seco.

https://www.contemar.com.br/images/conteineriza%C3%A7%C3%A3o%20dupla%20lucas%20do%20rio%20verde.jpg

Alguns condomínios optam também pela adoção de contentores menores para facilitar o transporte dos resíduos através dos corredores. Há várias capacidades volumétricas: 120, 240 e 360 litros.

É importante que os contentores sejam resistentes, fáceis de manipular e de lavar. Além de reduzir os transtornos, contentores de boa qualidade não precisarão ser substituídos com tanta frequência.

Diante desse cenário, podemos notar que o preço da conteinerização varia caso a caso. Tudo irá depender do orçamento disponível e do perfil do seu condomínio.

Portanto, o que é necessário para efetivar o ciclo de conteinerização em seu condomínio é planejamento e participação dos moradores. Com isso, é possível partir para a contratação dos serviços e aquisição dos contentores apropriados para seu condomínio.

Todos os contentores da Contemar são projetados para suportar as intempéries, desde chuvas e ventos até insolação. Invista em qualidade para gerenciar o lixo em seu prédio! Solicite agora mesmo um orçamento para seu condomínio!Entre em contato conosco!